27 de setembro de 2017 Novidades

Quem precisa realizar transferências internacionais se depara com algumas siglas solicitadas no meio do processo. Isso porque para efetuar essas transações são necessários alguns códigos, como o IBAN, SWIFT ou BIC. Se você não está acostumado com essas siglas ou nem em fazer esses tipos de operação, é normal que elas gerem uma certa confusão e até dúvidas sobre seu uso correto. Se você precisa fazer uma transferência internacional é importante entender as diferenças entre cada um desses códigos. Por isso, preparamos este post detalhado para você para tirar as suas dúvidas e entender de vez o significado de cada um!

Afinal, pra que serve esses códigos?

A fim de estabelecer um padrão universal e facilitar o trabalho de transferências internacionais, essas siglas foram criadas para identificar os bancos, permitindo a percepção padronizada dos dados na hora de realizar uma operação bancária entre países que não falam o mesmo idioma.

O que é o IBAN?

Criada em 1997, a sigla IBAN significa International Bank Account Number (ou traduzindo, Número Internacional de Conta Bancária). Esse código identificar transferências internacionais de recursos para contas bancárias mantidas no Brasil.

Formação do código IBAN no Brasil

O código IBAN pode ser composto, por no máximo, 34 caracteres. No Brasil, é composto por 29 caracteres, como no exemplo “BR2!n8!n5!n10!n1!a1!c“, sendo:
  • 2 caracteres correspondentes ao código do País;
  • 8 caracteres correspondentes ao identificador da instituição financeira;
  • 5 caracteres correspondentes à identificação da agência bancária (sem dígito verificador);  
  • 10 caracteres numéricos correspondentes ao número de conta do cliente (com dígito verificador);  
  • 1 caractere correspondente ao tipo conta;
  • 1 caractere correspondente à identificação do titular da conta.
Precisa de ajuda para criar o seu código IBAN? Utilize o site Gerador Iban

O que é o SWIFT (ou BIC)?

O código SWIFT, também conhecido como BIC (Bank International Code), é uma forma de identificação dos bancos. As duas siglas têm a mesma função: identificar qualquer instituição bancária no mundo inteiro através de um código universal único, que pode ter entre 8 e 11 caracteres. Esses códigos facilitam as transações financeiras entre bancos, principalmente se tratando de transferências internacionais. Os bancos podem ter mais de um código SWIFT ou BIC, para que cada região de atuação seja indicada de forma individual.

Formação do código SWIFT

Utilizando o exemplo do Banco do Brasil, em São Paulo, temos o seguinte código: “BRASBRRJSPO”, onde: Os quatro primeiros caracteres identificam o banco, seguido dos dois caracteres que identificam o país e dos dois caracteres que determinam a o estado sede. O código também pode incluir mais três caracteres para indicar o ramo de atuação, ou seja, o código do principal escritório do banco. Os sites dos bancos costumam disponibilizar os códigos SWIFT, mas caso não encontre o código específico do seu banco é recomendável que você entre em contato com a sua agência, uma vez que ela está vinculada à sequência de um banco principal. Você também pode encontrar seu código SWIFT no site The Swift Codes  A utilização desses códigos facilita a vida das instituições financeiras e permite que pessoas que não falam o mesmo idioma e não moram na mesma localidade possam realizar transações bancárias de forma segura e padronizada. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente que podemos te explicar todos os detalhes sobre como fazer transferências internacionais.

Compartilhe:

Notícias Relacionadas

É preciso declarar no imposto de renda operações com dólares, euros, libras?

É preciso declarar no imposto de renda operações com dólares, euros, libras?

Depende. Antes de mais nada, saiba que o Banco Central do Brasil tem a informação de todas as pessoas físicas e jurídicas que realizaram câmbio oficial, qualquer que seja o valor. Mas não se assuste com isto. Se você seguiu as regras de sua casa de câmbio ou assessoria de confiança, ao respeitar os limitesLer Mais
> Ler mais 19 de março de 2018 - Novidades
Documentação pré-embarque: saiba tudo o que você precisa ter em mãos

Documentação pré-embarque: saiba tudo o que você precisa ter em mãos

Antes de partir, você precisa verificar se está com todos os documentos em mãos para evitar surpresas desagradáveis. Para não ter aquela sensação de “esqueci alguma coisa”, preparamos um checklist com todos os documentos necessários para que você viaje tranquilo!
> Ler mais 13 de setembro de 2017 - Novidades
7 formas de economizar dinheiro para viajar

7 formas de economizar dinheiro para viajar

Existem algumas formas de guardar dinheiro para explorar um novo destino. Confira algumas dicas de como economizar para viajar.
> Ler mais 30 de agosto de 2017 - Novidades
Você sabe a importância do seguro viagem?

Você sabe a importância do seguro viagem?

Quando estamos nos preparando para fazer uma viagem pensamos em todos os detalhes: passagens, malas, dinheiro, destinos turísticos, etc. Mas algumas pessoas se esquecem de que imprevistos podem acontecer e quando se está longe de casa, pode ser ainda pior. Por isso é importante ter o seguro viagem nessas situações.
> Ler mais 16 de agosto de 2017 - Novidades
18 aplicativos essenciais para quem vai viajar

18 aplicativos essenciais para quem vai viajar

Confira uma seleção de aplicativos indispensáveis para facilitar a sua viagem e torná-la ainda mais inesquecível.
> Ler mais 2 de agosto de 2017 - Novidades

Encontre a loja Turcambio mais próxima de você!

Procurar lojas